Nervoso, In Fux We Trust repreende advogados. 89% Barroso evoca ‘patriotismo’

Aparentemente surpreendido com o voto de Rosa Weber a favor da anulação de sentenças da Lava Jato (o que poderia inverter no Supremo o 6 a 5 de praxe que à Lava Jato tudo permite), Luiz Fux votou em seguida um tanto agitado, nervoso, avermelhado mesmo, chegando mesmo a repreender os advogados que por levarem ao STF “um filigrama para ‘enfermar’ a Lava Jato”.

Depois, In Fux We Trust interrompeu também também Carmen Lúcia, quando percebeu que também Carmen Lúcia parecia que iria prestar alguma honra à toga, ainda que tardia.

Durante seus votos, tanto In Fux We Trust quanto 89% Barroso foram interrompidos por colegas de suprema toga (We Trust por Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes; 89% por Gilmar e Rosa Weber), que arrasaram, citando precedentes e a lei, seus respectivas linhas de raciocínio.

Ontem, a Vaza Jato revelou que ajudei por baixo dos panos o chefe da Lava Jato. Hoje, vesti a toga e fui participar de um julgamento sobre a Lava Jato. Adivinhem como votei? Quem sou eu?

89% Barroso, também conhecido como Barroso Vale 10 PGRs, chegou a evocar “idealismo”, “patriotismo” e até “compliance” para acompanhar o relator Fachin Não é Ruim em posição contrária à anulação de sentenças de Sergio Moro.

Nem a inquisição!

Em seguida a Carmen Lúcia, votou Ricardo Lewandowski, que lembrou que nem os tribunais do Santo Ofício deixavam o delator falar por último, depois do delatado.

Com placar de 6 a 3 contra o lavajatismo sem limites, placar portanto irreversível, Dias Toffoli suspendeu o julgamento até a próxima quarta-feira, 2 de outubro, faltando o seu próprio voto e o de Marco Aurélio Mello.

Toffoli disse que irá, em seu voto, fazer uma proposta de “modulação dos efeitos da sentença”, o que significa dizer que os réus teriam que atender a alguns prerrequisitos para serem alcançados pelo acórdão.

O que significa dizer que o Supremo, a depender do grau da loucura coletiva dos próximos dias, que o Supremo pode decidir pela nulidade de sentenças da Lava Jato, sim, mas manter os sentenciados presos mesmo assim… Os prerrequisitos, bem, eles têm até quarta-feira que vem para bolar alguns.

Atenção, porque quem dá um golpe, dá mil.

2 Comments

Tá na hora de fazer uma seleção no STJ, deixar sómente os que se comprometem com a justiça nos conformes da constituição. Sem viés político.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: