Bolsonaro, Guedes e Mandetta são assassinos. Com eles, país não tem chance contra vírus

Este país precisa de alguma maneira enxotar Jair Bolsonaro da cadeira de presidente da República, com Henrique Mandetta pendurado no saco do seu “grande timoneiro” e Paulo Guedes deportado para Chicago, se não quisermos ser literalmente dizimados.