‘Idiota como uma raposa’: um inédito de Kafta

No “novo Brasil”, a live de quinta-feira é mais familiar que qualquer acepipe da literatura universal, tradicional como a família brasileira e cognoscível como uma espécie de parlenda que era muito comum no Brasil algumas décadas atrás. Quem, nesse país, tem por volta dos 40 e ainda tem memória, há de se lembrar: “era meia-noite […]