PT comandou ‘louvorzão’ na Câmara pelo Dia do Evangélico

PT comandou ‘louvorzão’ na Câmara pelo Dia do Evangélico

Bispos e pastores ocupando a mesa do plenário. Várias cantoras gospel cantando hinos como “Grandioso és tu”, “Me Amas” e “Sobrevivi” nos microfones do Parlamento. Uma delas, Lillyan Duarte, interpretou o Hino Nacional com a ajudinha de uma cola que tinha na mão. A mão direita. A deputada Flordelis interpretando a música gospel “questiona ou adora” e dizendo que “o povo de Deus cresce aprendendo a não questionar”.

Essas foram algumas das cenas da sessão solene na Câmara dos Deputados pelo Dia Nacional do Evangélico. O Dia do Evangélico é comemorado anualmente em 30 de novembro. Neste ano, cai no próximo sábado. A sessão solene na Câmara aconteceu antecipadamente, na manhã desta terça-feira, 26. Em alguns momentos, algum desavisado poderia confundir a sessão com o evento de fundação do Aliança pelo Brasil.

A realização da sessão solene pelo Dia do Evangélico foi requisitada pela deputada Rejane Dias, do PT. Rejane é esposa do governador do Piauí, Wellington Dias, do PT também. Rejane, que presidiu a sessão, abriu os trabalhos lendo um discurso enviado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia:

“Cumprimento a requerente desta solenidade, deputada Rejane Dias, que com esta iniciativa chancela na Câmara dos Deputados a importância do fenômeno evangélico em nosso território”.

A deputada Benedita da Silva, mais uma do PT, assumiu temporariamente a presidência da sessão, para que Rejane Dias pudesse discursar. Benedita sentou-se na cadeira da presidência da Câmara e disse: “bom dia na paz do senhor”.

Rejane Dias foi para a tribuna:

“Eu queria iniciar essa fala agradecendo ao nosso Deus. A ele toda honra e toda glória por estarmos aqui hoje celebrando o Dia Nacional do Evangélico. Quero agradecer a presença de cada um dos amados irmãos que vieram a essa sessão solene. Quero agradecer aqui também a presença do governador Wellington Dias, do meu querido estado do Piauí”.

“As coisas de Deus é assim (sic). Sempre assim. A gente na verdade pensa numa coisa e o espírito santo de Deus chega e muda tudo. Então eu disse: senhor seja feita a tua vontade. Apenas me usa, sou um instrumento teu. Que eu possa falar ao povo brasileiro, que eu possa ser usada pelo senhor para falar ao teu povo. E creio que Deus nos inspirou sim, deputada Flordelis, para este momento”, disse ainda a deputada Rejane.

E disse mais:

“Eu sei que cada um aqui tem que cumprir o seu papel. Essa é a casa das leis. Essa é a casa do povo. Essa é a casa que nós temos obrigação de legislar para o bem de todos. Mas não depende só de nós. Quem somos nós, parlamentares, diante dos desafios que ninguém pode resolver a não ser o nosso Deus?”.

‘Perdoar o ladrão da cruz’

Benedita da Silva também discursou. A deputada falou sobre Jesus e perdão: “o primeiro gesto que ele fez na cruz do calvário foi perdoar o ladrão”.

Haja dom, ou maldição, para dar a outra face…

Tudo durou quase duas horas. Quem tiver paciência, estômago e nervos, vai abaixo o vídeo completo da sessão solene na Câmara, requisitada e comandada pelo PT, pelo Dia Nacional do Evangélico:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também:

Em cena perturbadora, Paulo Guedes simula ser contra 'um AI-5'

Em cena perturbadora, Paulo Guedes simula ser contra 'um AI-5'