Olé-gol do Gabigol: Wilson Witzel à sombra do artilheiro em flor

Olé-gol do Gabigol: Wilson Witzel à sombra do artilheiro em flor

Atualização:

“Nem para engraxar a chuteira”. É como se costuma dizer, no jargão futebolístico, quando um não chega aos pés de outro. Tipo Wilson José Witzel, o Auschwitzel, ante Gabriel Barbosa Almeida, o Gabigol. Na final de Libertadores, neste sábado, 23, em Lima, foram três gols do Gabigol: dois nos instantes finais, virando o jogo para o Flamengo, contra o River; e outro depois do jogo, contra o fascista.

Eis o vídeo do olé-gol do Gabigol:

No dia 12 de junho de 1969, a seleção brasileira derrotou a da Inglaterra no Maracanã também por 2 a 1, também de virada e também com dois gols em poucos instantes. Nelson Rodrigues escreveu uma crônica sobre aquele jogo que foi publicada cinco dias depois no jornal O Globo, em sua coluna chamada “À sobre das chuteiras imortais”, que foi o nome dado a um célebre livro de crônicas de futebol escritas por Nelson Rodrigues organizadas por Ruy Castro.

Ruy Castro foi quem deu título a várias das crônicas do livro que títulos não tinham originalmente. Aquela sobre o 2 a 1 na Inglaterra em junho de 1969 foi intitulada “À sombra dos crioulões em flor”. Nela, Nélson Rodrigues descreve um olé brasileiro nos ingleses, no fim do jogo, que levou o estádio Mário Filho à loucura. E descreve como, depois do olé, “quase saiu o terceiro gol, lindo, lindo do crioulo”:

“Súbito, depois de crudelíssima exibição, Gérson estica uma bola comprida para Pelé, o crioulão dispara e quase, quase entra com bola e tudo”.

‘Um implacável cinismo’

De modo que neste sábado, em Lima, de alguma maneira Gabigol fez o terceiro gol que Pelé não fez.

Mas Witzel não costuma se fazer de rogado para tratar as derrotas como se fossem vitórias. Naquela crônica, Nelson Rodrigues notou que a Inglaterra, “tratou a derrota como se vitória fosse”: “esvaziaram a humilhação de todo dramatismo”; “ninguém faz um império sem um implacável cinismo”; “com o cinismo de grande povo, o inglês inverte magicamente tudo em seu favor”.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também:

'Turismo é o novo petróleo' diz Witzel no dia em que manchas de óleo chegaram ao Rio

'Turismo é o novo petróleo' diz Witzel no dia em que manchas de óleo chegaram ao Rio