Ora, por favor, Glenn e o Intercept foram vetados no Roda Viva!

Ora, por favor, Glenn e o Intercept foram vetados no Roda Viva!
Glenn Greenwald (Foto: Gustavo Bezerra)

Há muito eu tive um livro sobre jornalismo do atual diretor de jornalismo da TV Cultura, Leão Serva. Não me lembro se cheguei a abrir. Não me lembro por que comprei. Costumo vender os livros que não me interessam mais. Mas, engraçado, lembro-me que esse eu dei de mão beijada para um sebo.

O que lembrei também, hoje, foi do título do livro, “Jornalismo e desinformação”, ao ler que seu autor respondeu assim às críticas à TV Cultura por o Roda Viva não ter convidado ninguém do Intercept Brasil, da Vaza Jato, para participar da entrevista de segunda-feira que vem com Sergio Moro:

“Não pedimos sugestões nem submetemos a bancada ao entrevistado”.

Como se alguém precisasse sugerir o nome de Glenn Greenwald, como se esse nome não se impusesse a qualquer um que, hoje, montasse uma bancada para inquirir o senhor Sergio Fernando Moro.

O cinismo no Brasil atual é mesmo rei.

Combinaram o ‘russo’?

Imagina, os caras do Roda Viva montando uma bancada para entrevistar o senhor superministro, e tem um Pulitzer ali todo especialista no ex-juiz, levantando o dedo, “me chama!”, e… nada.

De modo que Glenn Greenwald, meus amigos, Glenn Greenwald foi vetado no Roda Viva de segunda que vem com o “russo”. Foi vetado, seja porque combinaram com o “russo”, seja por autocensura. O resto, bem, o resto é “Jornalismo e desinformação”.

Que estreia, hein, Vera! Parabéns.

  1. Deve ser como disse o Deltan pego em conversa: apontou as as perguntas que queria responder. Tudo tranquilo!

Deixe um comentário

gggg (4)
Leia também:

Paraisópolis terá 'mutirão de empreendedorismo'. Agora vai...

Paraisópolis terá 'mutirão de empreendedorismo'. Agora vai...