A Rede Globo cancelou o debate do segundo turno em São Paulo, descartando a possibilidade de fazer um debate online entre Guilherme Boulos, que testou positivo para covid-19 e não pode ir a estúdio, e Bruno Covas. A Globo alega preocupação com que “problemas técnicos possam interromper a transmissão” e que os candidatos podem “burlar as regras”.

Sim, porque num debate presencial nada disso pode acontecer… Sim, porque candidatos podem burlar regras, mas jornalistas, nunca. Imagina. Né, Thais Oyama? Mas o melhor da nota da Globo é que a emissora diz que “a alternativa de fazer um debate de forma remota não é possível. Os candidatos precisam ser tratados de forma equânime e ter as mesmas condições, e o público precisa perceber isso”.

Como se sabe, desde 1989 os candidatos vêm sendo tratados pela Globo de forma equânime nos debates e nas edições dos debates exibidas posteriormente nos telejornais. Sensacional. Cara de pau pouca é bobagem. Canalhas.

Participe da conversa

1 Comentário

  1. De uma coisa tenho certeza: Boulos daria uma lavada no “debate”…

Deixe um comentário

Deixe um comentário