“Diante de Sergio Moro e seu queixo mussoliniano, sua postura olímpica, sua arrogância, Glauber vai para cima sem medo de ser feliz”, notou Kiko Nogueira, no Diário do Centro do Mundo, em artigo que sobre as (des)qualificações de “juiz ladrão” e “capanga de miliciano” atiradas pelo deputado Glauber Braga (Psol/RJ) à fuça de Moro em duas ocasiões na Câmara dos Deputados.

A última, “capanga de miliciano”, foi nesta quarta-feira, 12. Não obstante a reação aparentemente serena do senhor superministro à boa de Glauber Braga, o fotógrafo Lula Marques registrou, na sessão desta quarta com Moro, na Câmara, um Sergio Fernando não exatamente sossegado e resoluto, como o das fotografias de outrora.

Trata-se de um verdadeiro ensaio para a posteridade. Em vez do “queixo mussoliniano”… bem, vejam lá:

Participe da conversa

1 Comentário

  1. sei nem o que dizer mais desse sujeito, já o blog eu considero fantástico!

Deixe um comentário

Deixe um comentário