Bolsonaristas roubaram algo no exterior, e não se trata de ‘coisas de hotéis’

O Ministério da Educação da Pátria Amada, Brasil, foi acusado na última sexta-feira, 8, pelo jornal El Heraldo, do México, de roubar a ideia da pintura “La Patria”, do mexicano Jesus de la Helguera (não confundir com Jesus da Goiabeira, o da visão da ministra Damares Alves), para defender a execução marcial e obrigatória do hino nacional brasileiro nas escolas do país, da cabeça aos pés do impávido colosso.

Leia mais “Bolsonaristas roubaram algo no exterior, e não se trata de ‘coisas de hotéis’”

Por que a reforma da previdência é nada menos que um crime perfeito?

Os economistas-chefes dos maiores bancos privados do Brasil já fizeram suas fezinhas, fezonas, no bolão da reforma da previdência; do quanto em “economia” com o não-pagamento de aposentadorias a reforma vai representar em 10 anos.

Leia mais “Por que a reforma da previdência é nada menos que um crime perfeito?”

Chefete da República, Bolsonaro saúda as mulheres: ‘Ustra vive’

Nesta sexta-feira, 8 de março, “Dia Internacional da Mulher”, Jair Bolsonaro participou de um evento em homenagem às mulheres no Palácio do Planalto, ao lado de Michelle, de Hamilton e Paula Mourão, e das ministras Damares Alves e Tereza Cristina. Sobre ter 20 homens e duas mulheres em seu ministério, disse que “está equilibrado”, porque cada uma delas “equivale a dez homens”.

Leia mais “Chefete da República, Bolsonaro saúda as mulheres: ‘Ustra vive’”

Emancipação da mulher: vamos de Uber ou das Teses Über Feuerbach?

Em março de 2018, durante testes, um “carro autônomo” da Uber atropelou e matou uma mulher nos EUA: Elaine Herzberg. Um ano depois, na última quinta-feira, 7 de março, véspera do “Dia Internacional da Mulher”, os promotores estadunidenses responsáveis pelo caso (os promotores, não os advogados de defesa) disseram que “não há base para responsabilidade criminal” da Uber no sucedido.

Leia mais “Emancipação da mulher: vamos de Uber ou das Teses Über Feuerbach?”

Animador da reforma, Faustão vira garoto-propagada de previdência privada

Há um ano, em março de 2018, Fausto Silva aproveitou a defesa que fazia da intervenção no Rio de Janeiro, no palco do seu Domingão do Faustão, para defender também, de lambuja, a reforma da previdência, pontificando que a resistência da população a uma como à outra seria um problema de comunicação:

Leia mais “Animador da reforma, Faustão vira garoto-propagada de previdência privada”