Um dia após mortes, PM de SP comemora Rota: ‘batalhão de caçadores que veio evoluindo’

Um dia após mortes, PM de SP comemora Rota: ‘batalhão de caçadores que veio evoluindo’

No dia seguinte ao massacre que promoveu em Paraisópolis, a Polícia Militar de São Paulo celebrou o 128º Aniversário de fundação do Batalhão Tobias de Aguiar, a famigerada Rota, uma das unidades de polícia mais violentas do Brasil.

“Histórico batalhão, nascido lá no primeiro batalhão de caçadores, que veio evoluindo, veio evoluindo, participou de várias revoluções, todas citadas hoje, e que constam no estandarte histórico do batalhão”, disse o secretário de Segurança Pública de São Paulo, general João Camilo Pires de Campos.

Também nesta segunda, o comando da PM de São Paulo disse que os policiais envolvidos no massacre de Paraisópolis “não estão afastados, estão preservados”.

Leia também:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também:

Policiais de Paraisópolis 'não estão afastados, estão preservados'

Policiais de Paraisópolis 'não estão afastados, estão preservados'